Atividades físicas para gestantes

Compartilhar

Atividades físicas para gestantes

agosto 25, 2017

Em entrevista concedida ao blog Vida de Gestante e Mãe, Daniel Schultz falou sobre a importância da pratica de atividades físicas durante a gravidez.

1. A gestante pode fazer qualquer tipo de atividade física?

Mulheres em período de gestação podem fazer qualquer atividade física de intensidade leve e moderada, desde que acompanhadas por um profissional da educação física ou fisioterapia; também é imprescindível a aprovação médica antes e durante o período de treinamento. A atividade física neste período, feita de forma adequada, será benéfica tanto para mãe quanto para o neném que está para vir.

2. Com quanto tempo de gestação que a mulher pode realizar atividades físicas?

Seguindo os cuidados anteriormente citados, a gestante poderá fazer atividades físicas durante toda a gestação.

3. Quais as melhores atividades físicas para gestantes?

Toda atividade física é interessante para a gestante, desde que feitas de forma correta e nas intensidades adequadas. Atividades aquáticas, como a natação e a hidroginástica, são beneficiadas pelo aumento da flutuabilidade, o que facilita o desempenho, do nado, no caso da natação, e diminui o impacto nas articulações de membros inferiores na hidroginástica.

4. O que acontece se a gestante praticar atividade em excesso?

Alguns cuidados devem ser tomados. Os exercícios devem ser monitorados para o controle de intensidade. Atividades competitivas ou que possuem movimentação repentina e saltos não são indicados, assim como atividades que possam causar traumas abdominais. Tanto a prática de um exercício indevido como a prática inadequada de algum exercício, pode afetar diretamente o feto, interferindo no desenvolvimento do mesmo, e traumas e acidentes fatalmente podem acarretar em um aborto.
A atividade física deve ser imediatamente interrompida, caso ocorram alguns problemas, como perda de líquido amniótico; sangramento vaginal; falta de ar; edemas; dores nas costas; enjôo; dores no peito, cabeça ou abdômen. Por isso atento novamente ao acompanhamento médico e a escolha de um profissional adequado para assegurar que a gestante tenham os benefícios do exercício de forma segura.

5. Existe um mínimo e/ou máximo que ela pode praticar por semana?

Não existe um limite para a frequência de treinamento, mas é interessante ressaltar que o objetivo principal é a saúde e a qualidade de vida da mãe e do seu futuro bebê. E não devemos esquecer que tão importante quanto a qualidade do treinamento é também a qualidade da alimentação e do repouso, que vão ser fundamentais neste momento tão importante.

 

6. Quais os benefícios que as atividades físicas trazem as futuras mamães?

A atividade física trará vários benefícios neste momento, aumento da resistência muscular, diminuindo as dores relacionadas a mudança de postura; facilitando o trabalho de parto e a recuperação no pós-parto; melhora da circulação sanguínea, auxiliando redução do inchaço e diminuição das cãibras; e auxilia no controle de peso, e na consciência corporal.
Os exercícios específicos para o assoalho pélvico são extremamente importantes, pois esta musculatura tem que estar preparada para o parto e também para o pós-parto. Na região da cintura pélvica (é a região do corpo que faz a ligação entre membros inferiores e a parte superior do corpo) que se localizam os músculos que vão dar sustentação a bexiga, ureteres, vagina e o reto. Estes exercícios fortalecem também os músculos da bexiga auxiliando a controlar e a prevenir incontinência urinária no pós-parto.

7. Há diferença nos exercícios a serem praticados pelas gestantes que já praticavam exercícios e as que não praticavam?

A única diferença é que a gestante que está iniciando aos exercícios durante a gestação deve ter um cuidado maior com o período de adaptação, pois assim como qualquer pessoa que inicia um treinamento, o corpo está mais sensível aos efeitos do treinamento, está é uma fase de desenvolvimento de consciência corporal e necessita de muita atenção.
Para mulheres que já vem em um ritmo de treinamento, serão feitas as adaptações quanto à intensidade, e a inserção dos exercícios adequados somados aos exercícios para o assoalho pélvico.

8. Você tem alguma dica para nos dar?

Este é um momento único, desde a barriga da mamãe esta nova vida já vai entrando em contato com o mundo que ela vai viver. Eu tenho uma filha de 1 ano e 9 meses, o nome dela é Sophie, e ela mudou minha vida. Durante a sua gravidez, dava pra perceber a felicidade dela em estar com as pessoas que ela gosta. Todo tempo até o dia do nascimento é uma grande emoção. Por isso mamãe, aproveite cada momento, e saiba curtir esta companhia. O laço entre mãe e filho é algo muito forte e muito lindo, por isso este é uma ótima ocasião para o incentivo a bons hábitos como atividade física, alimentação, música e muitos outros.

Espero poder ter ajudado e incentivar as gestantes a praticar atividades físicas de forma correta e segura. Para quaisquer dúvidas estou à disposição nos meus contatos. Parabéns pelo seu Blog Mariana, fico feliz em ver ele melhor a cada dia, tenho certeza que muitas futuras mamães, assim como você, estão achando aqui um apoio e dicas fundamentais para o período de gestação.

Muito obrigada Daniel por ter participado!!!

Nome: Daniel Schultz de França
Formação: Licenciatura e Bacharel em Educação Física pela UNICENP e Pós-Graduado em Fisiologia do Exercício pela UGF.
Contatos: +55(041)9187-3797; danielschultz@bol.com.br;